6 Passos Para Uma Barba Épica

Com que então, decidiste deixar a barba crescer para além do ponto do "vou só ver no que é que isto vai dar". Antes de mais, parabéns por considerares esta grande proeza. Em segundo lugar, para esta jornada ser mais fácil, existem umas quantas coisas que precisas de saber e esperar:

#1: Deixa crescer! Não só isto quer dizer que não vale desistir e passar uma lâmina na barba, mas também que não a deves aparar. Pelo menos durante um mês, ou assim. Ao tolerares umas semaninhas de pêlos rebeldes (a fase estranha), consegues perceber como é que a tua barba cresce. Isto é essencial para perceberes o que é que a tua barba precisa a longo prazo.

#2: Hidrata! A pele por debaixo é tão importante como o pêlo. É crucial que a tua pele fique saudável para que a tua barba se torne na coisa divina que é suposto ser. Considera usar um sabonete (recomendo, sem sombra de dúvida, um shampoo Barba Brada) 1 ou 2 vezes por semana para livrares a tua barba das impurezas que vai acumulando, e hidratar sempre após o banho (os óleos Barba Brada são óptimos para isso!).

#3: A tua barba vai dar, eventualmente, alguma comichão. Se estás a deixar crescer essa barba épica pela primeira vez, a pele no teu pescoço ainda não está habituada ao novo pelo facial, pelo que vai ficar irritada. A hidratação ajuda imenso nisto, mas de facto, só existe uma solução certa: combater a comichão! Tolera-a. Estás a entrar no domínio sagrado dos homens, e vai ser preciso algum sacrifício.

#4: Encontra o barbeiro certo. Podemos agradecer aos hipsters pela recente vaga de barbas, e, em contrapartida, de barbeiros old school. Hoje em dia não é tão difícil encontrar um barbeiro que saiba o que está a fazer como era há um par de anos atrás. No entanto, como barbudo genuíno que está nisto a longo prazo, deves escolher um barbeiro que também esteja contigo! Faz a tua pesquisa, torna-te amigo do teu barbeiro, e depois dá-lhe um teste de confiança. (Nota pessoal: em Lisboa, recomendo altamente a Barberhood)

#5: Dá uma forma à tua barba. Ou não. Se já chegaste tão longe, cabe-te agora escolher se queres ser o barbudo aprumado (for you, sir: Barba Brada Beard Wax, Pente de bolso Kent), ou o barbudo selvagem-moderno (um pouco de óleo é sempre essencial!).

#6: Por último, DESFRUTA! Deixaste para trás a terra dos não-barbudos e entraste numa nova era da tua vida. És um homem diferente. Espero que aprecies esta nova fase e que vivas o estilo de vida barbudo ao máximo.

Mais uma vez, dou-te os meus parabéns. Espero que este meu ponto de vista te tenha dado um bom incentivo, e, depois de leres isto, deites fora a tua lâmina de barbear! (Agora a sério, não deites; é sempre preciso dar um jeito nos contornos.)

Que a Barba esteja contigo!


Deixa um comentário

Tem em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos